Arquivos
 17/09/2017 a 23/09/2017
 07/12/2014 a 13/12/2014
 30/11/2014 a 06/12/2014
 28/07/2013 a 03/08/2013
 07/07/2013 a 13/07/2013
 30/06/2013 a 06/07/2013
 20/01/2013 a 26/01/2013
 23/12/2012 a 29/12/2012
 25/11/2012 a 01/12/2012
 18/11/2012 a 24/11/2012
 14/10/2012 a 20/10/2012
 23/09/2012 a 29/09/2012
 09/10/2011 a 15/10/2011
 02/10/2011 a 08/10/2011
 17/07/2011 a 23/07/2011
 10/04/2011 a 16/04/2011
 27/03/2011 a 02/04/2011
 20/03/2011 a 26/03/2011
 13/03/2011 a 19/03/2011
 06/03/2011 a 12/03/2011
 16/01/2011 a 22/01/2011
 17/10/2010 a 23/10/2010
 19/09/2010 a 25/09/2010
 08/08/2010 a 14/08/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 23/05/2010 a 29/05/2010
 16/05/2010 a 22/05/2010
 28/03/2010 a 03/04/2010
 14/02/2010 a 20/02/2010
 24/01/2010 a 30/01/2010
 17/01/2010 a 23/01/2010
 20/12/2009 a 26/12/2009
 08/11/2009 a 14/11/2009
 06/09/2009 a 12/09/2009
 28/06/2009 a 04/07/2009
 07/06/2009 a 13/06/2009
 19/04/2009 a 25/04/2009
 08/03/2009 a 14/03/2009
 22/02/2009 a 28/02/2009
 30/11/2008 a 06/12/2008
 02/11/2008 a 08/11/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 10/02/2008 a 16/02/2008
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 JORNAL CIDADE




Blog de mariano.dr
 


ADVOGADOS

 

 

            Semana passada, encontrei na rua um velho conhecido, pessoa rica e metida a importante, que sem mais nem menos, somente pelo prazer de me aborrecer, repetiu pela milésima vez a única anedota que sabe de cor: um homem tinha três filhos e anunciava aos quatro ventos que desejava fazer do mais velho um ladrão; do mais moço, mendigo.  O do meio, por seu gosto, seria assassino. Se alguém o questionava sobre tão horrível destino desejava para os filhos, esclarecia prontamente que o primogênito seria advogado e os outros dois, médico e padre, respectivamente. Anedota horrível, sem qualquer graça, mas contém algo que merece uma breve reflexão. O comparar o advogado ao ladrão, coisa que muito me aborreceu, principalmente pela falta de respeito a meus sessenta e oito anos, reflete muito do que o povo pensa sobre o esse profissional do direito. De fato, a advocacia está a todo momento colocando na frente do profissional oportunidade para "passar alguém para trás" o que na linguagem popular significa roubo. Muitos não resistem à tentação e acabam ficando ricos. Estes Cobram honorários injustos, falsificam documentos, subornam e instruem testemunhas, mentem, prometem o que não podem cumprir e praticam tramóias não publicáveis. Outros, não obstante, a facilidade que a profissão lhes dá para a práticas, digamos, pouco ética,  preferem ficar em paz com a própria consciência a se enriquecerem ilicitamente.

 



Escrito por mariano às 13h58
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]