Arquivos
 17/09/2017 a 23/09/2017
 07/12/2014 a 13/12/2014
 30/11/2014 a 06/12/2014
 28/07/2013 a 03/08/2013
 07/07/2013 a 13/07/2013
 30/06/2013 a 06/07/2013
 20/01/2013 a 26/01/2013
 23/12/2012 a 29/12/2012
 25/11/2012 a 01/12/2012
 18/11/2012 a 24/11/2012
 14/10/2012 a 20/10/2012
 23/09/2012 a 29/09/2012
 09/10/2011 a 15/10/2011
 02/10/2011 a 08/10/2011
 17/07/2011 a 23/07/2011
 10/04/2011 a 16/04/2011
 27/03/2011 a 02/04/2011
 20/03/2011 a 26/03/2011
 13/03/2011 a 19/03/2011
 06/03/2011 a 12/03/2011
 16/01/2011 a 22/01/2011
 17/10/2010 a 23/10/2010
 19/09/2010 a 25/09/2010
 08/08/2010 a 14/08/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 23/05/2010 a 29/05/2010
 16/05/2010 a 22/05/2010
 28/03/2010 a 03/04/2010
 14/02/2010 a 20/02/2010
 24/01/2010 a 30/01/2010
 17/01/2010 a 23/01/2010
 20/12/2009 a 26/12/2009
 08/11/2009 a 14/11/2009
 06/09/2009 a 12/09/2009
 28/06/2009 a 04/07/2009
 07/06/2009 a 13/06/2009
 19/04/2009 a 25/04/2009
 08/03/2009 a 14/03/2009
 22/02/2009 a 28/02/2009
 30/11/2008 a 06/12/2008
 02/11/2008 a 08/11/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 10/02/2008 a 16/02/2008
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 JORNAL CIDADE




Blog de mariano.dr
 


O QUE É SER GOIANO

Mariano C. Peres

Uruaçu, 18 de maio de 2010

 

                Para ser goiano não  basta ter nascido em Goiás. Goiano é aquele que assimila nossos costumes; que vem até nós  e, aqui, no meio do povo, fala nosso língua, cultiva nossos costumes e tem orgulha deles, como foi o talentoso  Carmo Bernardes e como é o extraordinário autor de Vão dos angicos, vindos, o primeiro de Minas e o segundo de São Paulo, aqui fincaram raízes, honrando nossa cultura e nossos costumes.

 Empurrar com os dedos o restinho do prato para o garfo ou amassar a comida, fazer dela uma bolinha e nas pontas dos dedos colocar na boca do bebê, não é demérito para nós, nem para nossas mães e nossas esposas.

Curuis credo! Será que lá em Hidrolândia isso é proibido, ou será  coisa imoral? Não, não posso crer que aquele importante município goiano, seja uma ilha de estrangeiros cercados de goianos por todos os lados. Não. Não pode ser. Uma única pessoa não pode repudiar validamente a cultura de um povo. Certamente haverá em Hidrolândia muita gente que adore arroz com pequi e roa o caroço da fruta, fazendo-o rolar na boca, estufando as bochechas;  gente que pegue com a mão o osso da coxa do frango; que goste de catira, de folia e de uma autêntica música de raiz. Tudo isso nós fazemos e achamos que “é um trem bão demais da conta”. A final de contas, somos goianos do pé-rachado.

 



Escrito por mariano às 10h55
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]